Pela Promoção dos Direitos das Juventudes

Rede Ecumênica da Juventude (REJU)

Notícias

Cinejuventude em Lajeado (REJU-SUL)

28-05-2012

O auditório do Prédio 3 da Univates esteve lotado na noite de quinta-feira, dia 17 de maio, para a exibição do documentário “O veneno está na mesa”, de Silvio Tendler. Alunos da Univates e comunidade prestigiaram o filme, que em 50 minutos, mostra sobre o uso de agrotóxicos no Brasil.

O evento foi aberto pela coordenadora do projeto de extensão “Comunicação para Educação Ambiental” da Univates, Jane Mazzarino, que salientou sobre a importância do tema e de discutir questões que abordam agroecologia, meio ambiente e saúde.

 Após a exibição do filme, houve debate com a professora Jane, com o representante da ONG Ecobé, André Müller, com o representante da Articulação Agroecológica Vale do Taquari (AAVT), engenheiro agrônomo Landersom Holz e com a médica representante do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador, Adriana Skamvetsakis.

  A iniciativa seguiu a metodologia dos CineJuventudes organizados pela Rede Ecumênica da Juventude (REJU) e contou com o apoio da Pastoral Universitária Ecumênica (Pasune), da ONG Ecobé, da Articulação Agroecológica Vale do Taquari (AAVT), do projeto de extensão Comunicação para Educação Ambiental e do Centro de Ciências Humanas e Jurídicas (CCHJ) da Univates.

 

Saiba mais

Desde 2008, o Brasil é o maior consumidor de agrotóxico do mundo e o documentário alerta sobre seu uso indiscriminado na agricultura brasileira. Esses agentes químicos são fornecidos por empresas como BASF, Bayer, Dupont e Monsanto, entre outras. Muitos dos pesticidas produzidos por essas empresas foram banidos em vários países de todos os continentes, mas no Brasil continuam em uso – inclusive pelos pequenos agricultores, que são obrigados a utilizar sementes transgênicas e agrotóxicos para conseguir créditos nos bancos.

Adaptado do Texto de Ana Paula Vieira Labres (disponível em http://www.univates.br )

cinejuventude O veneno está na mesa Univates