Pela Promoção dos Direitos das Juventudes

Rede Ecumênica da Juventude (REJU)

Notícias

"É tão estranho que os bons morrem jovens...": Nota de falecimento de Gegê Franqueta

27-06-2013

A REJU comunica, com profunda tristeza, o falecimento de Gerliane Franqueta, conhecida como Gegê, que aconteceu na madrugada do dia 22 de Junho, depois de um trágico acidente de carro, em Aracruz (ES). Gegê era historiadora, integrante da Igreja Evangélica Assembleia de Deus (CGADB) e uma das participantes da REJU-ES, espaço que ajudou a organizar, em 2011, na sua cidade.

Gegê era conhecida por seu senso crítico, paixão pela educação e sede de justiça. Era uma jovem marcada por um sorriso contagiante e por sua capacidade de compreender a vivência da espiritualidade por meio da inserção nos problemas cotidianos.

Seu último registro na rede social foi reivindicando direitos nas ruas de Aracruz, exigindo, por exemplo, a valorização da educação. Gêge, além da grande saudade, também deixa-nos a esperança de que a juventude é protagonista e instrumento de profundas transformações, passos que favorecerão a construção de um mundo mais justo, em que as pessoas poderão acessar seus direitos e viverem com o mesmo sorriso sincero que ela carregava - e que fica marcado em nossa memória. Mais uma vez, podemos ecoar com tristeza as palavras do poeta: “é tão estranho que os bons morrem jovens (...) cedo demais...”.

A REJU agradece pela vida de Gegê, pelo tempo de caminhada conosco e por suas importantes contribuições na luta por direitos de juventude, por sua fé e pela esperança na construção de uma casa-comum realmente justa e irmanada.

Gegê, presente!

Rede Ecumênica da Juventude (REJU)

“É tão estranho que os bons morrem jovens...”: Nota de falecimento de Gegê Franqueta