Pela Promoção dos Direitos das Juventudes

Rede Ecumênica da Juventude (REJU)

Notícias

Em cerimônia com arte e leveza, jovem Daniel Souza toma posse da presidência do Conjuve

O novo presidente do Conselho Nacional de Juventude, Daniel Souza, da Rede Ecumênica da Juventude (REJU), tomou posse do cargo nesta sexta-feira (4), em cerimônia no Espaço Israel Pinheiro, em Brasília (DF).

O evento aconteceu de maneira leve, descontraída, porém combativa: é dessa forma que Daniel disse que pretende tocar sua gestão no Conjuve, dialogando com todas as juventudes, tirando o Conselho do gabinete e indo às ruas.

Centenas de pessoas lotaram o auditório, que contou com a presença dos conselheiros nacionais de juventude, de autoridades do governo federal, movimentos sociais, coletivos e representantes de vários segmentos da juventude.

A plateia assistiu à secretária-adjunta da Secretaria Nacional de Juventude (SNJ) e ex-presidenta do Conjuve, Ângela Guimarães, fazer seu discurso de despedida e passar a tarefa ao jovem Daniel, então vice-presidente.

Com o retorno da sociedade civil ao posto da presidência, Ângela seguirá sua atuação no Conjuve, agora na vice-presidência. Daniel Souza é baiano, de Vitória da Conquista, mora atualmente em São Paulo (SP) e é um dos facilitadores da REJU nacionalmente.

Na mesa, estavam a ministra da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR), Nilma Gomes; o secretário-executivo da Secretaria-Geral da Presidência, Laudemir Müller; o secretário nacional de Juventude, Gabriel Medina; além de Ângela e Daniel.

A secretária-executiva do Conjuve, Tâmara Terso, foi a mestre de cerimônias da posse. Estiveram também presentes representantes do UNFPA, do Ministério da Cultura, do Ministério da Educação, do Ministério do Desenvolvimento Agrário e diversos outros órgãos do governo.

"Você é um lutador social. Tem muitos desafios pela frente em defesa da participação do Conjuve nas ações do governo", disse Laudemir Müller, secretário-executivo da SG ao recém-empossado Daniel Souza, novo presidente do Conjuve.

"Mesmo diante de um congresso conservador, estamos inserindo nossas pautas. Temos que criar nossas narrativas com o midialivrismo, temos que pautar a política de drogas e o combate ao extermínio da juventude negra. Temos que reinventar a burocracia a partir da política", disse Daniel.

O secretário Gabriel Medina ratificou a importância do Conselho: "O Conjuve é plural, tem várias causas e cores. Sem esse conselho, não teríamos conquistas como o Estatuto da Juventude e a PEC da Juventude", afirmou.

Ao fim da cerimônia, o conselheiro de juventude, Rafael Pedral, que representa a ABGLT no espaço, apresentou a sua personagem Petra Perón em uma performance de uma verdadeira diva: transformista, bem humorada e encantadora. Nada melhor para fechar um dia de celebração da luta do que a arte.

 

Texto: Ascom/SNJ
Foto: Paulo Motoryn/SNJ

conjuve eleição posse