Pela Promoção dos Direitos das Juventudes

Rede Ecumênica da Juventude (REJU)

Notícias

Encontro de Mulheres Negras Cristãs

O Encontro de Mulheres Negras Cristãs, promovido pela Pastoral da Negritude do CLAI, contou com cerca de 20 participantes. Os temas das palestras, painéis e debates foram: Políticas Públicas para Mulheres Negras e o Contexto Eclesial, Política, Militância Política e Militância Eclesial. Além disso, contamos com momentos de liturgia onde cantamos cânticos que fortaleciam nossa identidade, bem como estudos bíblicos que envolviam a temática do encontro. Várias mulheres compartilharam suas idéias, militâncias e valores sobre esses temas, e foi de grande proveito para todas as participantes ouvi-las. Pude ainda rever grandes amigas e fazer amizades com pessoas maravilhosas, que fortalecem a minha caminhada.

No último dia escrevemos coletivamente uma carta de recomendações para que as igrejas membros do CLAI realizem na prática a informação, promoção e busca de defesa de direitos e, o alcance as políticas públicas relacionadas às mulheres negras. Eu tive o privilégio de poder ajudar na redação e digitação desta carta.

No dia 12 de novembro à noite também aconteceu o lançamento do Livro “Pérolas Negras”, pelo CLAI e CESE. O livro de Vera Roberto é um compilado de depoimentos e experiências de mulheres negras cristãs.

Ao longo de todo o encontro compartilhamos histórias, estórias, idéias e inspiramos umas as outras na busca da justiça e da defesa de direitos. Eu particularmente vivi vários momentos marcantes que ajudaram ainda mais o fortalecimento da minha identidade indígena / afro-descendente e cristã, que de forma alguma podem ser vistos separadamente ou de forma pejorativa.

Nos momentos de liturgia, cantamos, oramos, meditamos, contamos “causos” e nos revisitamos enquanto meninas, adolescentes, jovens, adultas e idosas negras cristãs, choramos pela opressão e preconceito vividos e nos alegramos pela força que tivemos até aqui e a perspectiva de mudança enquanto pessoa e sociedade.

Por Leonara Almeida, integrante da REJU-SP.