Pela Promoção dos Direitos das Juventudes

Rede Ecumênica da Juventude (REJU)

Notícias

​Instituição vive afirmada na transparência

Reunida no dia 4 de outubro de 2016, a Diretoria da Fundação Luterana de Diaconia – FLD analisou o conteúdo de acusações veiculadas contra a Instituição nas redes sociais, as quais são acompanhadas, diariamente, por sua equipe de comunicação.

Dentre as várias manifestações, há acusações de corrupção, de fraude, de desvios de recursos de ofertas para fins partidários, e do uso de ofertas de comunidades luteranas para financiar o Partido dos Trabalhadores. 

Longe de se constituírem em crítica própria ao ambiente democrático, caracterizado por necessária liberdade de expressão, tais afirmações se desdobram no terreno da falsidade, da ofensa e do ódio, onde a FLD não atua, nem pretende atuar.

Essas acusações, por infundadas, levianas e agressivas, nem de longe correspondem à realidade institucional, motivo pelo qual devem ser repudiadas e compreendidas na exata quadra de esvaziamento da democracia e de falseamento da verdade por que passa o país.

Por certo, as redes sociais se tornaram, para determinados grupos e pessoas, um espaço de violência materializada em linguagem disfarçada de defesa da fé e do Evangelho.

Quem promove tais ofensas contra a FLD desconhece sua missão e seu trabalho diaconal, indicando também ausência de interesse e reconhecimento de sua atuação no apoio a instituições diaconais e comunidades da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil – IECLB, organizações da sociedade civil e movimentos sociais.

Repita-se: a escolha de algumas pessoas é pela falsidade, pela ofensa e pelo ódio. 

É assim que pessoas levianas pretendem subtrair legitimidade à FLD, descaracterizar sua atuação e gerar desconfiança em relação ao seu trabalho. 

É assim que pretendem, irresponsavelmente, boicotar as ofertas que o Sínodo Norte Catarinense destinará à FLD no dia 31 de outubro deste ano.

A IECLB é uma igreja plural. E a FLD é uma organização criada pela IECLB para ser sua ação diaconal transformadora na sociedade. A misericórdia, o direito e a justiça sustentam suas reflexões e ações de diaconia, na ajuda humanitária, na afirmação de direitos, justiça socioambiental, justiça econômica, justiça de gênero, e na defesa da democracia, do ecumenismo e do diálogo inter-religioso. 

A Instituição vive afirmada na transparência. 

Como todas as fundações, recebe o acompanhamento e o monitoramento do Ministério Público.

As agências de cooperação que apoiam seus projetos também a fiscalizam.

Suas contas e atividades são auditadas por escritório independente e avaliadas pelo Conselho Fiscal, semestralmente.

Críticas à FLD serão sempre saudadas, pois aprofundam os processos permanentes de reflexão e qualificação da sua atuação. A falsidade, a ofensa e ódio, no entanto, não fazem parte destes processos e não podem ser admitidos.

Considerando, pois, os impactos que as acusações veiculadas nas redes sociais geram, em especial, à imagem e ao trabalho da Instituição e à própria IECLB, a Diretoria da FLD, em diálogo com a Presidência da Igreja e com o Sínodo Norte Catarinense, tomou a decisão de provocar a atuação do Poder Judiciário e não deixar sem resposta tais ataques.

Temos muitos dons e carismas, conforme 1º Coríntios 12.4-11. Esta pluralidade deve fortalecer a missão da Igreja. Acusações levianas que geram desconfianças e se fundamentam em inverdades são incoerentes com o Evangelho e com a prática da Justiça. 

Em diaconia transformadora,
Diácona Valmi Ione Becker, Presidenta da FLD 
Pastora Cibele Kuss, Secretária Executiva da FLD

Porto Alegre / RS, 25 de outubro de 2016

​Instituição vive afirmada na transparência