Pela Promoção dos Direitos das Juventudes

Rede Ecumênica da Juventude (REJU)

Notícias

​Jovens batistas ecumênicos são eleitos para dirigirem comunidade protestante histórica no nordeste

5-01-2015

Paul Claudeu escreveu que a juventude foi feita para o desafio e membros da Rede Ecumênica da Juventude na Bahia acolheram o desafio de dirigirem a mais progressista comunidade protestante da região nordeste: a Igreja Batista Nazareth. 

A Igreja Batista Nazareth nasceu em 1975 quando jovens opositores do regime militar rompem com a Igreja Batista Dois de Julho (denominação de tendência tradicional e conservadora baiana). O grupo que era formado por vinte moças e doze rapazes corajosamente contestam a posição do protestantismo de sua época que recusava-se ao diálogo ecumênico e a abertura de discussão sobre questões sociais, políticas e de ordem cultural. O Reverendo Djalma Torres (Prêmio de Direitos Humanos 2012/Ecumenismo e Diálogo Inter-religioso) então pastor da Igreja Batista da Graça e presidente da Convenção Batista da Bahia aceita liderar liderá-los e em virtude disso é acusado de pastorear um grupo de dissidentes. 

Em 2015 a Igreja Batista Nazareth que é membro da Aliança de Batista do Brasil e do Conselho Latino-americano de Igrejas Cristãs completa 40 anos e nada melhor do que para comemorar essa histórica data resgatar seu espírito jovem e ecumênico escolhendo jovens batistas ecumênicos para integrar a liderança de sua igreja.

Assim, na manhã de domingo, dia 21 de Dezembro de 2014, em Assembléia Extraordinária os membros presentes, dentre eles seus fundadores elegeram para cargos de diretoria executiva e direção de departamentos quatro jovens integrantes da Rede Ecumênica da Juventude. 

Tárcito Vivas que é advogado criminalista e ativista dos direitos humanos foi eleito por unanimidade para o cargo de vice-presidente, Laina Crisóstomo que é advogada, militante do movimento negro e facilitadora regional da REJU-BA foi eleita para o cargo de 2° Tesoureira, Rogério Jr cientista da computação foi eleito para o cargo de Conselheiro Fiscal, Karen Sofia estudante secundarista foi eleita para o cargo de vice-coordenadora do Departamento de Comunhão e Felipe Rocha teólogo e ativista dos direitos LGBT foi eleito para o cargo de coordenador do Departamento de Educação Cristã. 

Espera-se que esses jovens trabalhem no próximo para fortalecer o diálogo ecumênico e o respeito a diversidade em sua comunidade de fé e região, colaborando para a eliminação de todas as formas de intolerância com fé, luta e resistência.
ecumenismo juventude nordeste