Pela Promoção dos Direitos das Juventudes

Rede Ecumênica da Juventude (REJU)

Notícias

Juventude ecumênica do Sul a favor do Brasil

2-11-2014

A lua brilha independentemente de nós, mas se levantarmos os olhos para contemplá-la poderemos perceber seu toque em nossos corações. (JodoShu) 

  
Como REJU Sul, somos favoráveis a um Brasil integrado, que use suas diferenças para somar forças e consolidar direitos, e não para segregar. Em face das recentes expressões ocorridas durante o período posterior à eleição para a Presidência da República, manifestamos nossa discordância aos discursos separatistas, intolerantes, vingativos, de ódio e preconceito, oriundos do próprio Sul do Brasil.

As eleições brasileiras deste ano foram reconhecidas internacionalmente pelo amplo debate que geraram, e tal debate, festejado como um processo de amadurecimento crítico do interesse da população pela política, um dos mais expressivos após o final do período da Ditadura Militar, como destacado pelo jornal francês Courrier International. Esperamos que este interesse não se restrinja apenas às eleições, mas se mantenha e amplie com responsabilidade, questionamentos e fiscalização da estrutura política como um todo.

É necessário desmistificar a ideia de divisão binária de candidatos por região, exposta nas redes sociais e na grande mídia, visto que conforme as apurações das urnas, 41% dos votos válidos que reelegeram a atual Presidente provém da Região Sul do Brasil.

O sol da justiça que nutre a construção da paz só brilhará quando a intolerância, o ódio e a vingança forem substituídos pela exaltação da qualidade humana e da necessária comunhão que há entre aquelas que dividem a casa comum, que é a nossa sociedade, nossa pluralidade cultural e nosso planeta.

Rede Ecumênica da Juventude da região Sul do Brasil (PR, SC, RS) reunida no Encontro da REJU Sul “Desafios em Rede”, no Templo Budista Jodo-Shu Nippakuji.

Maringá, 02 de novembro de 2014.
reju sul