Pela Promoção dos Direitos das Juventudes

Rede Ecumênica da Juventude (REJU)

Notícias

NOTA PÚBLICA DA REDE ECUMÊNICA DA JUVENTUDE (REJU): POR LUTAS E VOZES DIVERSAS

A Rede Ecumênica da Juventude (REJU), composta por jovens de treze Estados do Brasil nas cinco regiões do país, vem a público somar a voz pela defesa da democracia. Muito além de conceitos abstratos que atualmente evidenciam a crise ética de determinadas representações políticas, construir um regime democrático é defender um ambiente de respeito pleno às diferenças dos modos de ser, agir e de pensar de brasileiras e de brasileiros. Em seus oito anos de lutas junto com as juventudes e com as esferas políticas, religiosas e sociais, sabemos que a consolidação do recente período democrático se faz diariamente por um exercício que combata as intolerâncias e que promova os diálogos.

Por isso, nos alerta o constante discurso de ódio proferido de forma irresponsável por variados setores políticos, econômicos e midiáticos que desrespeita o Estado Democrático de Direito através de um processo que busca criminalizar ideologias e militâncias político-partidárias tão necessárias à democracia. A REJU, rede que reúne juventudes de diversidades religiosas, políticas e ideológicas, se junta aos movimentos e organizações da sociedade civil que zelam pela defesa das conquistas garantidas pela Constituição, da ampliação dos direitos sociais e do fortalecimento da democracia.

A Rede opõe-se a qualquer tentativa de ruptura institucional do Estado Democrático de Direito ou da legalidade do mandato conferido ao Executivo Federal. A Rede acredita no devido processo legal e nas garantias constitucionais em sua essência e repudia a utilização de mecanismos que venham a ferir o espírito da Justiça que deve ocorrer de forma imparcial e insuspeita por suas instituições e seus agentes. Que o direito opere sem distinção de pesos e medidas a todos investigados e todas investigadas assim como em seu trâmite temporal. 

A REJU, plural como a sociedade brasileira, busca construir uma pátria justa, igualitária, culturalmente diversa e ambientalmente sustentável. Queremos um Brasil diverso de cores, raças e credos! Por mais direitos, seguimos nas distintas lutas! Por isso afirmamos: Não ao golpe! Sim à democracia!

Brasil, 20 de março de 2016.

Rede Ecumênica da Juventude (REJU)

política Democracia nota Brasil