Pela Promoção dos Direitos das Juventudes

Rede Ecumênica da Juventude (REJU)

Notícias

REJU integra primeira iniciativa do Comitê de Promoção à Diversidade Religiosa no Fórum Social Temát

28-01-2014

Durante a programação oficial do Fórum Social Temático (FST), no dia 24 de janeiro de 2014, no Memorial do RS, POA, realizou-se o Seminário "Laicidade do Estado, Direitos Civis e Democracia".

A mesa foi composta pela, bióloga Marcia Mocellin Raymundo, pelo advogado Renan Bulsing dos Santos, pela facilitadora da REJU Sul –RS, integrante do Comitê Nacional de Respeito à Diversidade Religiosa, Edoarda S. Scherer, pela representante da coordenação-geral da política dos direitos LGBT (SDH/PR), Symmy Larrat, e pela teóloga Kathlen Luana de Oliveira. O momento foi mediado pela Assessora da Política de Diversidade Religiosa (SDH/PR) Marga Janete Ströher.

No debate, ressaltou-se as problemáticas enfrentadas em relação à intolerância religiosa no Brasil, nas esferas da saúde, da educação e do campo social e religioso. Destacaram-se as iniciativas do movimento ecumênico, em particular da juventude, e do movimento LGBT que vem articulando, em suas pautas, ações que visem a superação de intolerâncias históricas no cenário brasileiro. Ainda, foram pontuadas indagações a respeito do Ensino religioso e posicionamentos acerca da teologia.

Para as juventudes é essencial o trabalho em redes e integração de diferentes contextos que visem um diálogo para a superação das intolerâncias. Motivados pela utopia da casa comum, a promoção de políticas públicas concretizam a busca pela justiça.

Como desafios, apresentam-se possibilidade entre parcerias de Igrejas, Conselhos e Governo, frente a promoção de um Estado Laico.

A iniciativa constituiu a primeira ação do Comitê Nacional de Respeito à Diversidade Religiosa instaurado no dia 20, em Brasília, DF, pela Ministra Maria do Rosário, da Secretaria de Direitos Humanos – Presidência da República (SDH/PR). Representantes do Comitê e do movimento ecumênico participaram do momento como Romi Bencke e Cibele Kuss, respectivamente.
Laicidade do Estado Direitos Civis Democracia