Pela Promoção dos Direitos das Juventudes

Rede Ecumênica da Juventude (REJU)

Notícias

REJU resgata histórias de militantes do movimento ecumênico vítimas da Ditadura Militar

A Rede Ecumênica da Juventude (REJU) organizará entre os dias 31/03 e 04/04, período em que se completam 50 anos do Golpe Militar e o início dos anos de ditadura no Brasil, uma mobilização por Memória, Verdade e Justiça. As intervenções acontecerão com a participação da REJU em atividades e atos orientados por esta temática; e com a mobilização nas redes sociais com a marca "DitaduraNuncaMais", visibilizando os nomes e trajetórias de militantes do movimento ecumênico que resistiram e foram vítimas do Regime Militar.

Durante a semana, resgataremos as histórias de pessoas como Anivaldo Padilha, Eliana Rolemberg, Ivan Motta Dias, Paulo Stuart Wright, Heleny Guariba, Alexandre Vanucchi, Frei Tito, Frei Beto, Padre João Bosco Burnier, Madre Maurina Borges da Silva, Waldo Cesar, Antonio Canuto, Jaime Wright, entre outras. 

Ao contar as histórias de lutadoras e lutadores - que impulsionadas(os) por um radical amor à vida, às liberdades e aos sonhos de justiça e paz, colocaram-se na linha de frente contra a ditadura - reafirmamos a necessidade de uma real justiça de transição em nosso país, com a revisão da lei de anistia e a punição dos torturadores e culpados pelas profundas violações de direitos neste período histórico. Além disto, ao buscarmos uma efetiva justiça de transição, relembramos as juventudes que ainda hoje sofrem reflexos deste passado, com torturas e extermínios nas periferias; jovens negros, pobres, que trazem em seus passos e corpos as violências da polícia e do estado.

ditadura no Brasil Memória Verdade Justiça