Pela Promoção dos Direitos das Juventudes

Rede Ecumênica da Juventude (REJU)

Notícias

28 Resultados da Busca para Tagintolerância

Perseguidoras e perseguidores de uma sociedade de justiça e paz e da preservação de um Estado Laico de fato, nós, RELIGIOSAS E RELIGIOSOS das mais diversas religiões, espiritualidades e comunidades de fé, por meio deste Manifesto, lançamos nosso apoio a uma escola para todas e para todos, em consonância com o Plano Nacional de Educação (PNE) e os Planos Municipais de Educação (PMEs). Continuar lendo
Perseguidoras e perseguidores de uma sociedade de justiça e paz e da preservação de um Estado Laico de fato, nós, RELIGIOSAS E RELIGIOSOS das mais diversas religiões, espiritualidades e comunidades de fé, por meio deste Manifesto, lançamos nosso apoio a uma escola para todas e para todos, em consonância com o Plano Nacional de Educação (PNE) e os Planos Municipais de Educação (PMEs). Continuar lendo
Domingo de sol raquítico e ônibus anêmico. Sentei no fundo, na última fileira, no assento do meio. Do meu lado direito, lá no canto, escorado na janela, havia um homem de corpo frágil metido num terno bege, camisa branca, gravata vermelha, sapatos brilhantes. No colo, uma bíblia. Uma baita bíblia gil-lancaster. Reparou que eu também estava com uma, menor, da sbb, nas mãos. Nada me disse, tremeu a cabeça e voltou a fiscalizar a calçada. Continuar lendo
Domingo de sol raquítico e ônibus anêmico. Sentei no fundo, na última fileira, no assento do meio. Do meu lado direito, lá no canto, escorado na janela, havia um homem de corpo frágil metido num terno bege, camisa branca, gravata vermelha, sapatos brilhantes. No colo, uma bíblia. Uma baita bíblia gil-lancaster. Reparou que eu também estava com uma, menor, da sbb, nas mãos. Nada me disse, tremeu a cabeça e voltou a fiscalizar a calçada. Continuar lendo
Domingo de sol raquítico e ônibus anêmico. Sentei no fundo, na última fileira, no assento do meio. Do meu lado direito, lá no canto, escorado na janela, havia um homem de corpo frágil metido num terno bege, camisa branca, gravata vermelha, sapatos brilhantes. No colo, uma bíblia. Uma baita bíblia gil-lancaster. Reparou que eu também estava com uma, menor, da sbb, nas mãos. Nada me disse, tremeu a cabeça e voltou a fiscalizar a calçada. Continuar lendo
​A gente se acostuma a culpar a vítima pela sua própria desgraça: Roupa curta demais; bebendo demais; usando muito entorpecente; não sabendo se comportar; andando com os amigos errados; pedindo na porta errada; incomodando os clientes. A gente se acostuma tanto, que nem acha que está errado. Continuar lendo
​A gente se acostuma a culpar a vítima pela sua própria desgraça: Roupa curta demais; bebendo demais; usando muito entorpecente; não sabendo se comportar; andando com os amigos errados; pedindo na porta errada; incomodando os clientes. A gente se acostuma tanto, que nem acha que está errado. Continuar lendo
​A gente se acostuma a culpar a vítima pela sua própria desgraça: Roupa curta demais; bebendo demais; usando muito entorpecente; não sabendo se comportar; andando com os amigos errados; pedindo na porta errada; incomodando os clientes. A gente se acostuma tanto, que nem acha que está errado. Continuar lendo