Pela Promoção dos Direitos das Juventudes

Rede Ecumênica da Juventude (REJU)

REJU Rio Grande do Sul

A REJU Sul foi proposta na I Jornada Ecumênica do Sul em 2008, realizada nos dias 7 a 9 de novembro em Joinville, SC. A partir da Jornada, foram propostos contatos que coordenassem as atividades da juventude ecumênica na região sul, integrando os Estados de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul. No nosso Estado destacamos a contribuição do CECA (Centro Ecumênico de Capacitação e Assessoria) neste processo.

Após a Jornada Sul, realizado em 2008, iniciou a facilitação da REJU Sul de Michel Nantes, mas ressaltamos a intensa contribuição que tivemos de Claudio Becker (CECA).

Em setembro de 2010, ocorreu o processo de transição de facilitadores e em 2012 Edoarda S. Scherer passou a facilitar a região Sul que integrava os Estados de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul.

Conforme a rede se intensificava nos demais Estados, surgiu o apoio de Elton Tada, em 2012, que passou a protagonizar as atividades no Paraná.

A REJU Sul, então, deixa de se articular por região e passa a assumir uma identidade particular, por Estado em 2014. Nesse mesmo ano, Edoarda iniciou as atividades na facilitação nacional da REJU e no RS ocorreu à primeira tentativa de facilitação colegiada na rede, sendo os facilitadores do Estado do Rio Grande do Sul (REJU RS) André Kosloski que assumiu inserções na região de São Leopoldo, e, em Estrela a facilitadora Inauã Weirich Ribeiro, estudante de história, somou ao debate de gênero e laicidade no Vale do Taquari.

Em 2015 um novo processo transição de facilitadores ocorreu, tendo na liderança atual Ezequiel Henke e Lucas Carvalho.

Devido a grande força da REJU-RS estar diretamente ligada a estudantes universitários, que estão inseridos em contexto de militância pelos direitos da juventude, as temáticas abordam a realidade religiosa e político/civil de todas e todos integrantes e as parcerias se formam junto aos coletivos no Estados. Assim, estabeleceu-se como pautas o Estado Laico e a Superação de Intolerância, Democratização dos Meios de Comunicação, Equidade de Gênero e o apoio pela Palestina Livre e Justiça Socioambiental.

A REJU RS já realizou e apoiou em parcerias as iniciativas:

Curso Ecumênico de aprofundamento em ecumenismo; 2009 a 2011; Curso Ecumênico de Pastoral Popular em 2011; Encontros Estaduais de Ecumenismo 2012;

Mutirão Ecumênico de (Sulão) 2011 e 2015.

Ciclo de Palestras Ecumenismo e interreligiosidade: visões e debates em 2013 (Centro Universitário UNIVATES, Lajeado, RS);

Semana das Humanidades em 2014 (Centro Universitário UNIVATES, Lajeado, RS);

Apoio a campanhas nacionais: Visto o Branco; Cines Juventudes nos debates contra o extermínio da Juventude 2009 e 2010 e em 2012 preparação para a Rio+20, Caravana das Juventudes Ecumênicas Cúpula dos Povos. (Documentário).

Durante o ano de 2015, foi feito uma vez ao mês, um almoço comunitário dentro do espaço das Faculdades EST abordando diversos temas pertinentes às juventudes, os direitos reprodutivos e laicidade. Em 11 de Maio, deste mesmo ano, a REJU participou da organização da “Semana Acadêmica” do curso de bacharelado em teologia da Faculdades EST, com o tema de “Ecumenismo e democratização das mídias”, onde se fizeram presentes diversas figuras religiosas e agentes de promoção ecumênica do Estado e do Brasil.

Entre os parceiros da REJU RS estão: 
Faculdades EST; Programa de Gênero e Religião da Faculdades EST; CECA (Centro Ecumênico de Capacitação e Assessoria); PASUNE (Pastoral Universitária Ecumênica); CEBI (Centro de Estudos Bíblicos); MIRE (Mística e Revolução); CONIC RS (Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil); Instituições Religiosas.

 

   Página Oficial - REJU Rio Grande do Sul